Entrevista Com Nick Bostrom – Alejandradeargos

Blog

Entrevista Com Nick Bostrom - Alejandradeargos 1

Entrevista Com Nick Bostrom – Alejandradeargos

Falar de transhumanismo é achar a perspectiva de aprimorar a condição humana, física, emocional e cognitivamente, utilizando o progresso da ciência e da tecnologia. Falo deste movimento intelectual, científico e cultural com o filósofo Nick Bostrom (Suécia, 1973), fundador juntamente com David Pearce da Associação Transhumanista Mundial e um dos pensadores mais influentes na superinteligencia. Atualmente, dirige o Instituto do Futuro da Humanidade e o Programa de Governança de Inteligência Artificial na Universidade de Oxford. É autor de mais de duzentos publicações, destacando-se entre elas, seus livros em português: Aprimoramento humano (Teel Editorial) ou Superinteligencia, caminhos, os perigos, estratégias (Teel Editorial), bestseller do New York Times e recomendado vivamente por Bill Gates e Elon Musk. O que o levou a construir a Associação Transhumanista Mundial?

Bom, isso ocorreu nos anos 90. Na data, me parecia que não havia um fórum adequado pra discutir os impactos do nascimento de futuras tecnologias e a maneira em que estas podem afetar a condição humana.

No instante, e se enfatizava, principlamente, o negativo. A maioria dos tópicos significativas, não se discutiam em absoluto, e as poucas conversas a respeito de bioética acadêmica, foram focados a toda a hora em inconvenientes como a possível desumanização pela aplicação da tecnologia pra aprimorar as capacidades humanas. Dessa forma, acho que era obrigatório que houvesse uma outra voz.

A Associação Transhumanista Mundial foi um empenho para tentar criar uma plataforma para executar este papel. E hoje? Agora prontamente não tenho ela existem muitos anos e que a organização mudou desde logo. No início da década de 2000, estes problemas que foram discutidos, principalmente em listas de distribuição de correio eletrônicos da Associação Mundial Transhumanista, encontraram eco e foram criados no âmbito acadêmico.

  • 2004 ➡ Prémio de investigação científica e desenvolvimento tecnológico Santo Alberto Magno
  • Contar com backup automático
  • Os trabalhadores precisam se acostumar a conviver com este tipo de tecnologia
  • dois Colonização europeia
  • Armadura Espacial (Vista pela primeira vez em “A Dinastia Kang”)
  • Retina display Multi – touch Screen with LED backlight quatro polegadas. Apple iSight

E, dessa forma, a organização que cumpriu o teu intuito e serviu para começar o debate deixou de ser uma inevitabilidade. Fala-Se que a Inteligência Artificial está tentando atingir uma inteligência com consciência, pra compreender do mesmo modo que os humanos. O que pode nos falar?

não tenho dúvida que enorme porção da promessa que nos últimos oito anos se tem que aos avanços no aprendizado profundo; este é um tópico particular de IA. Esta forma de processar o dado é semelhante em algumas formas, como o faz nossa mente humana. Você podes conceder um exemplo?

O mesmo algoritmo que poderá entender a jogar um único jogo de Atari podes estudar a jogar um monte de outros jogos de Atari. Com pequenas mudanças, pode assimilar a jogar xadrez, de assimilar a jogar Go, compreender a distinguir gatos em imagens e compreender a identificar a fala. Entretanto, várias vozes são mais céticas.

Se observa os sistemas que de fato são utilizados na indústria, são ainda uma espécie de híbridos. Em sua avaliação, É uma sensacional pergunta… Acho que a nanotecnologia possivelmente será realizável após o desenvolvimento da superinteligencia artificial. O mesmo ocorre com muitas novas tecnologias avançadas, que se podem construir colocando essa superinteligencia ao serviço da investigação e desenvolvimento.

Mas poderia ser o caso em que a nanotecnologia molecular se desenvolvesse antes de que a inteligência artificial despegase. Nesse caso, as primeiras aplicações apresentam riscos a que tínhamos que sobreviver, e se tivermos sucesso, pois teríamos que sobreviver aos riscos ligados à superinteligencia, uma vez que se desenvolvesse esta.

dessa forma, pela capacidade em que pudessemos possuir uma influência a respeito da ordem de desenvolvimento de ambas as técnologias, o intuito melhor seria comprar a superinteligencia antes que a nanotecnologia molecular. Forma diferente de prolongar a vida seria muito gelado: mais de trezentos pessoas têm o seu corpo humano crioconservado ou seus cérebros neuropreservados em nitrogênio.