O Governo Ignora O Conselho De Estado E Impugnará A Investidura De Puigdemont

Blog

O Governo Ignora O Conselho De Estado E Impugnará A Investidura De Puigdemont 1

O Governo Ignora O Conselho De Estado E Impugnará A Investidura De Puigdemont

, Mariano Rajoy, assinou na manhã da solicitação de relatório a este órgão, que é protocolar para a interposição do processo. O Conselho de Estado reuniu-se na tarde e, depois de duas horas e meia, transmitiu ao Executivo que não existem “fundamentos jurídicos” para tomar esta decisão. Ainda por isso, referências de Moncloa confirmaram que se submeterá o plano, visto que o parecer não é vinculativo. Até de imediato, o Conselho não havia se pronunciado contra nenhum método sobre o procés. Efetivamente, há que recuar para 2013, a reforma do lugar, para encontrar um relatório negativo.

O TC tem que definir até segunda-feira se Puigdemont pode ser um candidato para a investidura, convocada pra este dia. Com a impugnação ao TC, o Governo pretende fazer o primeiro movimento pra impedir a posse de Puigdemont, colocando em questão que possa ser formalmente candidato, quando pesa sobre ele uma ordem de prisão.

O Conselho de Estado não partilhou esta postura, ao proteger que, já do recurso, não cabe uma ação preventiva. De fato, até quinta-feira, as mensagens que chegavam do Governo iam na mesma linha. Não tocava em razão de não se havia produzido um acto administrativo que pudesse ser material de método.

Esta posição foi alterado, por achar permitido a publicação no Boletim Oficial do Parlamento, no dia 23, da resolução de Torrent que se nomeia candidato a Puigdemont. Fontes de Moncloa relataram que esta opção “a toda a hora estudando e se preparando tecnicamente e no momento em que se comprovou que é possível e possível se levantou”. Neste caminho aberto, o Governo não previa, em nenhum caso, a negativa do Conselho de Estado.

  1. 1264-1265 : o vago
  2. Cobas (São Martinho)
  3. trinta de agosto de 2010 | 17:00
  4. Escadaria principal (que conta com os murais de Diego Rivera)
  5. dois Outros programas de automóveis de duelo
  6. dois Diferença entre o investimento e despesa: Ejemplos2.Um Diferença entre o investimento e despesa: Exemplo 1
  7. Issa Diop: 25 milhões de euros
  8. 1500: Dez milhões

Desde o Executivo insistiu em que o recurso será interposto, e que esta sexta-feira, o conselho de administração aprovará o Conselho de Ministros. O defeito nesta hora é que as mesmas questões que foram levantadas no seio do órgão consultivo são capazes de ser reproduzidos no Constitucional.

Fonte de Moncloa revelam que essa expectativa “está lá”, mas que “até esse instante nos deu a razão em tudo o que temos apresentado”. E, complementam, “por unanimidade”. Ao TC-lhe corresponde, nesta hora, realizar uma sessão extraordinária para precisar se admite ou não o método do Governo. Deve fazê-lo com carácter de emergência.

Ou segunda-feira ou terça-feira na manhã. O Pleno do Parlamento para a posse do novo presidente da Generalitat foi convocado o próximo terça-feira, às quinze horas. Não obstante, sempre que não houver pronunciamento do Constitucional, o presidente do Parlamento persistir em seu plano inicial.

Na tarde de quinta-feira, confirmou pela terça-feira, e afirmou-se como o candidato a Puigdemont. Em todo caso, o Governo se preparou pros próximos passos. Junto ao relatório solicitado ao Conselho de Estado foi alto também uma consulta potestativo para que dê tua avaliação a respeito 2 temas. Um, se um candidato que não estiver presente na Câmera pode ser investido. No caso de que fosse possível o Executivo quer saber assim como se poderia ser contestada diante o TC. Dois, se é possível assumir o voto delegado dos deputados que se descobrem fora do território nacional e, como pela charada anterior, se poderá recorrer ao TC em caso de que se permitisse. Trata-Se de consultas dirigidas a interpor novos recursos pro TC, se não fossem estas ocorrências. Segundo o Governo, o Conselho de Estado-lhes permitiu se dão essas circunstâncias.